Questões

As embalagens de material plástico para acondicionar amostra 50986

As

embalagens de material plástico para acondicionar amostras químicas ou

biológicas coletadas por peritos criminais devem possuir características

que possibilitem a manutenção da qualidade da amostra até a conclusão

da análise pericial. Alguns tipos de embalagens plásticas, no entanto,

podem representar uma fonte de contaminação para a amostra, caso

substâncias de sua composição migrem para a amostra ou possuam uma

porosidade que permita trocas de substâncias com o ambiente externo. O

cloreto de vinila (CH2=CHC),

por exemplo, matéria-prima na preparação do policloreto de vinila

(PVC), possui propriedades carcinogênicas em humanos; estudos indicam

que uma certa percentagem desse composto fica retida no plástico,

podendo migrar para a amostra. Outro caso é uma possível contaminação de

amostras embaladas com poliacrilonitrila por resíduos de acrilonitrila

(CH2=CHCN), que pode induzir efeitos teratogênicos e

embriotóxicos em animais de laboratório, além de poder ser parcialmente

biotransformada em cianeto. Além da contaminação pela matéria-prima da

síntese dos polímeros, muitos aditivos intencionais de materiais

plásticos e seus produtos de degradação podem migrar para a amostra.Na ausência de aditivos antioxidantes, tanto a borracha natural como a guta-percha podem reagir com o oxigênio do ar ou com espécies contendo radicais, que retiram os átomos de hidrogênio das posições alílicas, formando-se radicais alílicos intermediários, que são estabilizados por ressonância.

Questões similares